Uma obra da autoria do escultor António Júlio tendente a perpetuar um dos valores característicos da população da Freguesia e de quantos nela habitam. Situa-se na Rua Professor Ruy Luís Gomes, junto à antiga Escola Secundária n.º1.

Este conjunto escultórico, inaugurado na Freguesia, a 8 de Março de 1997, por Maria Emília de Sousa, Presidente da Câmara Municipal de Almada, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher, sugere-nos duas figuras: uma masculina e outra feminina, simbolizando a base de uma sociedade complexa que cada vez tende mais a menosprezar os valore morais e humanos.

Monumento à Solidariedade, uma obra de António Júlio, escultor que vive no concelho nele é professor. Inaugurado no Laranjeiro a 8 de Março de 1997, pela Senhora Presidente da Câmara Municipal de Almada, no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher, assim entendido em palavras do seu autor:

A interdependência dos elementos que compõem a estrutura, projectando-a no espaço, associamos a reciprocidade de interesses a obrigações que o Homem deve ter, vivendo, como vive, em sociedade.

Sugerem-se duas figuras, masculina e feminina, por entendermos ser a base, elementar para a formação/organização de uma sociedade complexa, em que os valores morais e humanos tendem cada vez mais a ser menosprezados.

No sentido de acentuar a dependência mútua recorremos à parte a não ao todo, proporcionando formas identificadoras e de mais imutáveis em cada uma das figuras, deixando às experiências preceptivas adquiridas por cada um, a formação duma realidade total.

Newsletter

Esteja atento às nossas atividades. Receba as informações na sua caixa de correio eletrónico.
O seu email será usado única e exclusivamente para enviar as nossas newsletters. (Política de Privacidade)

Contactos

Coloque-nos a sua questão. Envie-nos a sua sugestão. A sua opinião conta.

  • Telefone: (+351) 212 586 230

Mantenha-se ligado

Estamos presentes em várias Redes Sociais. Siga-nos e de-nos o seu feedback.